Está no ar...
Interativa Sertaneja
Interativa Sertaneja
Com Antônio Carlos
De 15h00 às 18h00
A seguir...
Louvor Interativo
Louvor Interativo
Com Evan & Ezion
De 18h00 às 19h00
E depois tem...
Conexão Interativa
Conexão Interativa
Com Francisco Rodrigues & Alex Bueno
De 20h00 às 23h00

GERAL > NOTICIA

Postada em 05/04/2017 ás 17h10 - atualizada em 05/04/2017 ás 17h10
No ano de 1973, a água do rio Jaru era tão clara que, dava pra ver os peixes.
No ano de 1973, a água do rio Jaru era tão clara que, dava pra ver os peixes.
No ano de 1973, a água do rio Jaru era tão clara que, dava pra ver os peixes.

Pioneiros

No ano de 1973, a água do rio Jaru era tão clara que, dava pra ver os peixes.



 



 



 







Maria Umbilina de Araujo Lima, popularmente conhecida como Lika, 68 anos de idade e chegou em Jaru em 1973.



 



Lika morava em Itumbiara - Goiás. Seu esposo conhecido como Manoel “da Lika” trabalhou muito tempo na roça e depois montaram um açougue. De repente seu Manoel falou: “ vamos pra Rondônia,” “lá estão distribuindo terra pelo INCRA.” Vamos aventurar nossa vida lá em RO. 



 



Veio antes da família e depois de 30 dias chegou um recado pra dona Lika, escrito em um pedaço de papel de macarrão. Ele falou: - dá um jeito ai, vende o que tiver vem embora, porque eu vou ficando por aqui.



 



Dona Lika juntou o que podia trazer e com seus dois filhos pegou um ônibus e partiu rumo a Jaru. Sua viagem demorou mais de nove dias era muita chuva, grandes atoleiros não tinha estrada. Cabia apenas um ônibus e se parasse no meio da estrada não tinha como sair de tanta lama.



 



Quando Lika chegou aqui, em 1973. A ponte sobre o rio Jaru não estava construída ainda, tinha uma balsa e pra terminar de chegar à cidade teve que atravessar nela.



 



Encontrou uma casinha de folha de coqueiro, uma sapê, igual uma casinha de índio, só havia a porta de entrada. Pra cozinhara era em uma trempe de pedra



 



Seu esposo, Manuel da Lika, na época, trabalhou em uma olaria e depois foi trabalhar com seu “Raimundinho Cantanhede”, no açougue. Ele descia rio abaixo pra comprar, matar o animal e trazer a carne pra vender no açougue.



 



O verdadeiro sonho que conduziu a família até Rondônia, também era pra conquista de um pedaço de terra, foi difícil. Ficaram dois anos sem receber a terra. E quando conquistaram um pedaço foi pelo lado de Ariquemes e lá dava muita malária. Não dava nem pra levar a família.



 



Conforme vamos relembrando os fatos muitas lembranças lhe vem à mente, inclusive a Farmácia do Sr. Sandoval, que era coberta de palha. Ele ajudava muita gente, inclusive salvando vida.



 



Comércio eram poucos. A energia era da CERON e quando ia chegando às 22 horas desligavam o motor. Quem tinha dinheiro comprava vela, caso não, acendiam uma fogueira para clarear.



 



Muitas vezes sentiram vontade de voltar, mas o Deus de lá é o mesmo daqui”. A comunicação com os parentes era difícil, não tinha telefone, nada de carta. Lika demorou sete anos pra falar ou ver os familiares.



 



Em relação ao divertimento, as famílias eram mais unidas. Existia uma aproximação maior de todos, as festas eram maravilhosas,



 



inclusive com bloco carnavalesco. As pessoas saiam às ruas fantasiadas, nos clubes. Povo que trabalhava no INCRA morava nas republicas também animava a festa. As pessoas se reuniam pra contar histórias.



 



O jogo de futebol, campeonato era presente entre os homens.



 



Várias pessoas iam lavar roupas no rio Jaru, a água era limpinha, dava pra tocar o fundo do rio e pegava as pedras e areia.



 



Lika deixa uma mensagem ao administrador: cuide com muito carinho da nossa cidade e traga melhoras pra educação e saúde.



 



Aos seus filhos Dra. Edileuza, Erasmo e Weldel, tenho raiz aqui e não tenho vontade de ir embora “tudo o que faço hoje é pra os meus filhos e netos.


FONTE: http://www.jarunaweb.com.br/noticia/2809/no-ano-de-1973-a-agua-do-rio-jaru-era-tao-clara-que-dava-pra-ver-os-peixes..html
PUBLICADO POR: Ana Paula Smitch (Jaru - RO)

COMENTÁRIOS

VEJA TAMBÉM

Patrocinadores

Programação   •    Locutores   •    Notícias   •    Mural de recados   •    Agenda de shows   •    Clipes   •    Contato

© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium