Está no ar...
Jornal Interativo
Jornal Interativo
Com Antonio Carlos e CiriloRodrigues
De 07h19 às 08h30
A seguir...
MANHÃ INTERATIVA
MANHÃ INTERATIVA
Com Francisco Rodrigues
De 09h00 às 12h00
E depois tem...
Classicos da Interativa
Classicos da Interativa
Com Caju Barbosa
De 17h00 às 19h00

CLIPE > POLITICA

Postada em 06/04/2021 ás 05h56 - atualizada em 06/04/2021 ás 05h56
PROS emite nota após Justiça Eleitoral julgar improcedente representação contra supostas candidatas laranjas
Jaru:Ro
PROS emite nota após Justiça Eleitoral julgar improcedente representação contra supostas candidatas laranjas

O diretório municipal do Partido Republicano da Ordem Social-PROS, emitiu nota à imprensa nesta segunda-feira (05) ressaltando decisão judicial que julgou improcedente representação eleitoral contra o partido, o qual foi acusado de lançar candidatas “Laranja” para obter coeficientes numéricos.



A denúncia foi protocolada em janeiro de 2020 por um suplente de vereador do Patriotas, caso fosse comprovada a acusação, como resultado poderia haver mudança na formação do quadro de vereadores no município de Jaru.



 



Na denúncia foi abordado que três candidatas do PROS obtiveram somados, apenas 21 votos, e nem fizeram campanha.



 



Em decisão a Justiça Eleitoral negou o pedido ressaltando a ausência de elementos probatório na ação, para a justiça não foi apresentado provas que indicassem que o partido PROS tenha fraudado cotas de gêneros na eleição.



 



O secretário geral do PROS–Jaru, Celiandro Ribeiro de Jesus, em nota comemorou a decisão destacando que sempre confiou na justiça, e completou que a decisão ratifica o resultado das urnas que elegeu democraticamente o vereador Carlos Afonso Martins, o professor Carlos.


FONTE: Jaru Online
PUBLICADO POR: Anilson rocha (Jaru - RO)

COMENTÁRIOS

VEJA TAMBÉM

Patrocinadores

Programação   •    Locutores   •    Notícias   •    Mural de recados   •    Agenda de shows   •    Clipes   •    Contato

© Copyright 2021 :: Todos os direitos reservados